07 dicas imbatíveis para vender seu imóvel

Tempo de leitura: 6 minutos

Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias divulgou um novo recorde do setor. Infelizmente, esse recorde não é positivo, pois ele se refere ao maior tempo médio de venda de imóveis já registrado no país, chegando a um ano e 4 meses. Isso mesmo, o tempo médio de venda de uma casa ou um apartamento é de 16 meses.

Obviamente, a crise que o país enfrentou nos últimos anos contribuiu fortemente para chegarmos nesse cenário, mas há inúmeros outros fatores que influenciam significativamente no tempo de venda de um imóvel. Mesmo em época de crise, há pessoas vendendo seus imóveis em menos de 3 meses e, importante, sem “torrar” o preço. Confira aqui as 7 principais dicas de quem conseguiu vender seu imóvel de forma rápida e eficaz:

1. Pequenos Reparos

Antes de colocar seu imóvel à venda, verifique quais são os detalhes que não exigem muito esforço e nem investimento para serem reparados e providencie o conserto. A troca de lâmpadas queimadas, a pintura de uma parede suja, a substituição de um marco de uma porta ou uma torneira nova na pia são apenas alguns exemplos de pequenos reparos, que contribuem significativamente para a primeira impressão de um potencial cliente comprador e no aumento da probabilidade de venda. Muitas vezes, esses reparos ainda possibilitam você elevar seu preço de venda sem necessariamente diminuir suas chances de venda. A maior parte pode ser feito por vocês mesmo, mas caso não deseje investir seu tempo nisso, sites como Habitissimo ou GetNinjas podem lhe auxiliar a encontrar profissionais para realizá-los para você.

2. Fotos de Qualidade

Um dos fatores mais importantes para atrair clientes potenciais para o seu imóvel é a qualidade das fotos. Fotos tiradas por um profissional capacitado e com equipamento adequado permitem uma melhor visualização do imóvel, e costumam ganhar destaque em portais e sites. Segundo o portal Viva Real (2017), imóveis com fotos profissionais geram 6 vezes mais leads do que imóveis com fotos de baixa qualidade e 26 vezes mais leads que imóveis com apenas 1 foto (mas cá entre nós, atualmente, quem anunciaria um imóvel com apenas uma foto?!). Caso você não conheça nenhum profissional de fotografia, existem algumas empresas especializadas em fotografia imobiliária que oferecem esse serviço e podem lhe auxiliar, como a Diego Ramos, por exemplo. Algumas imobiliárias e plataformas também oferecem este serviço, como a Agenciou ou a Foxter Cia Imobiliária.

3. Informações Completas

Se alguma vez você já comprou um imóvel, certamente você se deparou com anúncios de imóveis que até pareciam interessantes, mas que careciam de inúmeras informações e você acabou desistindo de visitá-lo por achar que não valeria a pena ligar para um corretor. Muitas vezes há anúncios que não possuem nem informações básicas, como valor do condomínio, IPTU ou número de vagas. Informações incompletas é um dos itens importantes que são mais negligenciados na hora de se vender um imóvel. Para aumentar o número de leads potenciais, descreva seu imóvel com riqueza de informações, quanto mais detalhes melhor. Além de gerar mais leads, você ainda economiza tempo com visitas de clientes desinformados e que não são potenciais. Busque imobiliárias que agenciem seu imóvel com riqueza de informações ou plataformas que permitam você cadastrar seu imóvel com a maior quantidade de informações possíveis.

4. Preço Competitivo

Um dos itens que costuma causar maior dificuldade na hora de vender um imóvel é a definição do preço. Mas na verdade a lógica é bem simples: se o preço do seu imóvel estiver acima da média de imóveis semelhantes ao seu, ele não será vendido. Se estiver com um preço competitivo, similar aos demais imóveis, há uma boa chance de vendê-lo, principalmente se você observar as outras 6 dicas abordadas nesse texto. Se você definir um preço abaixo do preço de mercado, o seu imóvel provavelmente será vendido mesmo que você não utilize nenhuma outra dica das abordadas nesse artigo. Para saber o preço de mercado, pesquise por imóveis similares ao seu em portais como ZAP e Viva Real, ou em sites de imobiliárias.

5. Divulgação

Após realizar todos os passos já citados, chegou a hora de divulgar seu imóvel. Não adianta nada aprimorar o imóvel, fazer um anúncio com fotos profissionais, com informações completas e com um preço competitivo se este não for bem divulgado. Quanto maior a divulgação, maior a probabilidade de venda. Anunciar em portais, como ZAP, OLX e Viva Real, auxilia na venda (mas não se preocupe que a maioria das imobiliárias anuncia nestes e em outros portais). Um serviço interessante que pode auxiliar você na divulgação é o da Agenciou, uma plataforma onde você cadastra seu imóvel nós repassamos para divulgação em mais de 50 imobiliárias. Vale conferir.

6. Apresentação para Visitas

O próximo passo para garantir uma venda rápida e eficaz é deixar o imóvel apresentável na hora de receber visitas de possíveis compradores. Uma primeira boa impressão é fundamental para o comprador conseguir se projetar no imóvel e aumentar a probabilidade de compra. É importante deixar o ambiente limpo e organizado, com o mínimo de objetos pessoais à mostra, deixar o ambiente bem iluminado e atender bem o possível comprador. A transparência e a honestidade são extremamente importantes nessa hora, pois isso passa confiança e contribui para o fechamento do negócio.

7. Documentação em Dia

E para finalizar, deve-se ter certeza, desde o momento em que você decidiu colocar seu imóvel a venda, que toda a documentação do imóvel está ok. Não é incomum proprietários realizarem todas as etapas anteriores, conseguirem alguém que quer comprar o imóvel e acabarem não fechando a negociação por algum problema apresentado na documentação.

Seguindo à risca essas dicas, há uma grande probabilidade de você vender seu imóvel em um tempo menor que o record atual. Lembre-se que os padrões de mercado mudaram e o que era comum há alguns anos, hoje não é mais aceito. Capriche no processo de venda do seu imóvel e garanta uma venda mais rápida e eficaz!

Facebook Comments

[wpdevart_facebook_comment/* Para remover esta mensagem, instale e configure o plugin Facebook Comments WordPress (https://wordpress.org/plugins/comments-from-facebook/) em "Plugins > Adicionar Novo" */]